Últimas Resenhas

Resenha | Twice Shy - Sarah Hogle

14 setembro 2021

Título: Twice Shy
Autor: Sarah Hogle
EditoraGP Putnam's Sons
Número de Paginas: 320
Onde comprar: Amazon
Situação: Não Publicado no Brasil


Sinopse:

If you dream something hard enough, it might just come true . . .

Maybell Parrish lives with her head in the clouds, which is the sensible choice because her fantasy life is wonderful. She runs a cosy coffee shop, surrounded by friendly colleagues and delicious baked goods, and is together with the man of her dreams - the one she's now certain doesn't exist. In real life, she works in a thankless job surrounded by screaming children, blocked toilets and work frenemies who pity her, whilst trying not to think too hard about her absent mother and doing her best to deal with debilitating panic attacks. So, when Maybell inherits a stately old manor from her eccentric Great Aunt Violet, it's as though a piece of her dreams has finally come true . . .

But when she arrives at her new home, nothing is as she'd hoped. Not only is the magical manor she remembers falling apart, but Great Aunt Violet had plans. Enter Wesley Koehler, the handsome-yet-surly groundskeeper. Wesley turns out to be the co-inheritor of the property - and seems determined to avoid speaking to Maybell completely, which is just fine with Maybell. Yet, as the pair begin to tackle Violet's long list of demands, it becomes clear that Wesley's brooding exterior hides a shy, kind nature that has also found the real world a difficult place to be - in fact, could it be that Wesley and Maybell are better matched than even Maybell could ever have dreamed?
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Se você sonhar com algo forte o suficiente, isso pode se tornar realidade. . .

Maybell Parrish vive com a cabeça nas nuvens, o que é uma escolha sensata porque sua vida de fantasia é maravilhosa . Ela dirige uma cafeteria aconchegante, rodeada de colegas amigáveis ​​e deliciosos assados, e está junto com o homem dos seus sonhos - aquele que ela agora tem certeza de que não existe. Na vida real, ela trabalha em um trabalho ingrato, cercada por crianças gritando, banheiros bloqueados e amigos do trabalho que têm pena dela, enquanto tenta não pensar muito sobre sua mãe ausente e faz o possível para lidar com ataques de pânico debilitantes. Então, quando Maybell herda uma mansão imponente de sua excêntrica tia-avó Violet, é como se um pedaço de seus sonhos finalmente tivesse se tornado realidade. . .

Mas quando ela chega em sua nova casa, nada é como ela esperava. Não apenas a mansão mágica de que ela se lembra desmoronou, mas a tia-avó Violet tinha planos. Entra Wesley Koehler, o bonito, mas carrancudo, zelador. Wesley acaba por ser o co-herdeiro da propriedade - e parece determinado a evitar falar com Maybell completamente, o que está muito bem para Maybell. No entanto, conforme a dupla começa a lidar com a longa lista de demandas de Violet, fica claro que o exterior taciturno de Wesley esconde uma natureza tímida e gentil que também achou o mundo real um lugar difícil de estar - na verdade, poderia ser Wesley e Maybell são melhores combinados do que até mesmo Maybell jamais poderia ter sonhado?
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Sim!!! Eu estou muito feliz por ter encontrado mais essa belezinha!!! Twice Shy (em tradução livre Duas vezes tímido)foi uma surpresa mais do que agradável para as leitoras que amam um bom romance fofo e divertido! E nada melhor do que esbarrar com autoras novas que tem uma escrita super envolvente. Sim ... Sarah Hogle, anotem esse nome porque a escrita dela é muito legal!

E nessa história conhecemos a Maybell Parish e o Wesley Koehler, que olhando bem poderiam ser dois personagens do bolo mais do mesmo, mas eis que a surpresa também vem deles.

Maybell Parrish é uma garota sonhadora que passa mais tempo vivendo em seus sonhos do que na realidade, também pudera, pois sua realidade está mais para um terror diário porque ela trabalha em um emprego que não gosta fazendo várias coisas que não de sua atribuição, servido de saco de pancada moral pela sua "chefe" (entre aspas porque não bem chefe e sim superior que deveria estar em pé de igualdade), tem uma amiga que é mais inimiga do que tudo (sim, inveja e despeito, encontramos por aqui), mas tudo muda quando ela recebe uma ligação dizendo que sua tia-avó faleceu e deixou para ela a casa que ela tinha passado bons momentos na infância (que está mais para mansão), no entanto a casa da infância não está lá tão esplendorosa como em suas memorias, e para completar ela não herdou sozinha. 

Wesley Koehler é um homem simples e trabalhador, mas que ninguém diz pois ele parece um astro de cinema, mas a impressão logo vai embora quando ele abre a boca, pois ele é do tipo que não deixa nada passar e só faz as coisas se forem do seu jeito, mas não se deixe enganar porque debaixo de muitas camadas há um coração louco por compreensão e carinho.

A convivência de Maybell e Wesley não começa muito bem, visto que cada um tem um plano diferente para a casa, se fosse só isso estava "tudo bem", mas eis que Maybell já esbarrou em Wesley antes, mesmo que ele não tenha ideia do que ela está falando, o que só complica as coisas ainda mais.

Twice Shy é um romance comedia fofo, leve e super divertido, com personagens bem construídos e reais com medos e fraquezas que nos fazem lembrar de nós mesmo ou até de algum amigo nosso que já agiu assim, e sim a identificação ocorre de forma tão natural que você nem sente que aconteceu.

O que eu mais amei no livro foi as interações entre eles, sim eu me acabei de rir com esses dois, até porque o livro é praticamente só os dois e pouco se fala em outros personagens, mas mesmo assim quando há outras interações é super interessante. Mas Maybell e Wesley implicam por tudo, tudo mesmo, ate que parte da casa pertence a quem ou até mesmo a comida da geladeira, e sim arranca risadas na certa, sem falar na caça ao tesouro escondido na propriedade que também divide a opinião dos dois.

O livro que eu precisava ler que trata de alguns assuntos que estão bem presentes em nossa realidade e retrata como as vezes para não gerar conflitos nos anulamos para agradar os outros e somos machucados para que outros possam ser felizes, sem falar é claro da aceitação e da felicidade em pequenas coisas que deixamos passar batido por não prestar a tenção.

Um romance que tem várias nuances e tudo isso escrito de forma maravilhosa e envolvente na forma de romance e humor com fragilidades e defeitos que fazem os seres humanos serem tão complexos e maravilhosos. Super recomendo!    
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu!

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário de Contato

Espero que tenha gostado do blog e que volte sempre! =)