Últimas Resenhas

Resenha | Um Bebê de Conveniência - May Sabatini

05 novembro 2020

Título
Um Bebê de Conveniência 
Autor: May Sabatini
Editora: Independente
Número de Paginas: 543
Compre: Amazon

Sinopse: 

Luisa é uma garota de 24 anos que sonha em montar uma família, mas seus sonhos escapam de suas mãos depois de alguns relacionamentos desastrosos. A pressão de sua família e seus amigos a torna uma pessoa cada vez mais isolada e ao mesmo tempo mais ansiosa por realizar seu maior sonho: ser mãe.

Caio é um executivo bem sucedido de 38 anos que se vê obrigado a se casar por uma determinação de sua avó, sob pena de perder seu lugar na presidência da empresa pela qual se dedica tanto. Como se o casamento não fosse o bastante, a matriarca ainda exige dele algo que ele nunca imaginou ter: um herdeiro.

Uma mulher disposta a tudo por uma família e um homem capaz de tudo por um herdeiro. Duas almas em constante pressão que buscam encontrar em um relacionamento de conveniência a solução para seus problemas. Mas será que dessa união tão atípica pode surgir algo mais?
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Quem ai não ama um bom romance que acontece da forma inusitada e ainda resulta em um lindo bebê?! Não sei vocês, mas eu amo sim! E muito! Olhando os livrinhos na Amazon encontrei esse romance que pelo titulo já me fez praticamente descrever a história inteira e ao ler a sinopse fechou o acordo e passei ele na frente dos outros sem remorso.

Um Amor de Conveniência é um romance que nos traz a história de Luisa e Caio (juro que várias vezes a piadinha do Canadá veio na minha cabeça, mas enfim), que começa de forma bem inusitada e como o titulo do livro já diz muita história vai correr ainda!

Luisa é uma jovem cheia de sonhos, mas que não pode alcançá-los por causa da presença sufocante de sua mãe, que sempre vê as filhas das amigas namorando, noivando casando e tendo filhos e fica empurrando a moça pelo mesmo caminho e em uma dessas as coisas vão tão mal que a reputação da jovem acaba com arranhão de tal tipo que ela acaba se mudando de sua cidade.   

Caio é um homem que conseguiu chegar ao topo de sua profissão e está a frente da presidência da empresa de sua família, é muito competente e se dedica ao máximo para sempre alcançar seus objetivos, no entanto tanto esforço e dedicação não caem tão bem para a sua avó, que vê o neto sempre vivendo para trabalhar e não tem outras perspectivas de vida além disso, sendo assim ela lhe dá um ultimato: Ou o jovem se casa e constrói uma família ou a presidência vai para seu primo!  

A vida de Caio e Luisa se cruza em um momento bem delicado para os dois, mas a partir disso as engrenagens do destino começam a girar e planos começam a se encaixar fazendo com que os dois consigam realizar seus desejos.

Um bebê de conveniência é um romance que tinha tudo para ser maravilhoso! Motivos fortes para um "arranjo" de conveniência, um encontro inusitado entre os protagonistas, um desenrolar romântico fofo, enfim tudo para ser uma leitura agradável e satisfatória, no entanto não foi bem isso que aconteceu.

Luisa é uma moça linda e dedicada que sonha em ser mãe, trabalha como professora em uma escola e é apaixonada pelos seus pequenos. Por ser tímida, não sai muito para baladas como sua melhor amiga Barbara, não que isso seja ruim, porém a mãe dela quer muito que a filha se case, de preferencia com um partidão e tanta pressão acaba minando o relacionamento de mãe e filha que já não é lá essas coisas.

Caio é um homem maduro, digo isso porque a diferença de idade entre eles é de 14 anos, mas às vezes nem parece porque a Luisa é bem centrada também, e já realizou vários desejos e anseios ao longo dos anos, porém com o ultimato de sua avó, ele se vê sem escapatória de correr atrás daquilo que ele nunca teve tempo para pensar. Casamento e filhos! Ao conhecer Luisa ele se vê atraído pela moça de uma forma que não consegue explicar e daí vem a proposta para que juntos possam resolver o "problema".

O livro é bom? É sim! Mas não espere grandes declarações românticas e arrombos de romantismo não, pois o livro em si é bem morno na melhor das hipóteses. O romance é fofo é, mas não do tipo que nos faz suspirar, mas confesso que em vários trechos fiquei bastante admirada com as atitudes de Caio e foi uma admiração do tipo boa. Já a Luisa não sei bem o que dizer, pois teve momentos que não consegui entender bem as atitudes dela, também achei que a autora poderia ter explorado mais alguns assuntos que ela abordou, até porque um livro com mais de 500 páginas, dava para ter trabalhado várias coisas.

Adorei o casal protagonistas e sim, eles forma o motivo para que eu conseguisse chegar até o final do livro! Sim a parte da comédia fica por conta da Chatinha e do Troglodita (Barbara e Willian) que roubam a cena sempre que aparecem. Não vou tecer comentários sobre a mãe da Luisa, até porque só conhecemos um lado e a autora não fala muito sobre o porque da implicância da mãe com a moça e a forma que ela trata a "resolução" para mim foi difícil de entender.

Um bebê de conveniência é uma boa leitura para se passar o tempo, mas fique ciente da repetição de alguns diálogos e para alguns pode ser cansativo, porem vale a pena sim a leitura.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu!

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário de Contato

Espero que tenha gostado do blog e que volte sempre! =)