21 maio 2009

Sheila Levine está morta e vivendo em Nova York - Gail Parent


Ela é fofinha (sua mãe diz que é linda, mesmo com aquele nariz), sai com uns caras de vez em quando (cada figuraça...), tem uma melhor amiga mais alta, mais magra e com um cabelo bem mais liso que ela, e acha que seu futuro está... que se dane o futuro!!!
Mais uma vez (e dessa vez tem que ir), ela conhece um novo pretendente (sabe aquela história do não tem tu, vai tu mesmo?), mas... continua solteira (será que é uma maldição?).
Com a chegada dos 30 (e a absoluta ausência de orgasmos) e o casamento da irmã mais nova (que golpe baixo!), as decepções viram desespero, e, depois de um insight, ela calmamente toma uma decisão: vai se matar (e abandonar definitivamente toda e qualquer forma de dieta; eles que cavem um buraco maior!).
Já que não tem volta, Sheila precisa organizar a vida (e principalmente comprar um jazigo e uma lápide), preparar seu testamento e escrever uma carta de despedida a todas as pessoas queridas (pode deixar, mãmi, você é uma delas). E, já que vai morrer mesmo, para que ficar economizando (pega táxi até para ir à esquina)? Talvez a morte não seja a pior coisa do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu!

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário de Contato

Espero que tenha gostado do blog e que volte sempre! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Dicas de Livros - 2017. Todos os direitos reservados.
Layout feito por: Rafaela Regis.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo