Lonely Hearts Club - Elizabeth Eulberg



Lonely Hearts ClubTítuloLonely Hearts Club
Autor: Elizabeth Eulberg
EditoraIntrínseca
Número de páginas: 240


Eu, Penny Lane Bloom, juro solenemente nunca mais namorar enquanto viver. 
Tudo bem, talvez eu reconsidere essa decisão em dez anos, ou algo assim, quando não estiver mais morando em Parkview, Illinois, nem freqüentando a escola McKinley, mas por hora, não quero mais saber de garotos. São todos a escória da humanidade, mentirosos e traidores. 
Sim, todos eles. A essência do mal. 
Claro que alguns parecem ser legais, mas, assim que conseguem o que querem, dão o fora em você e partem para o próximo alvo. 
Então, cansei. 
Chega de namorar. 
Fim

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Penny Lane Bloom é uma garota simpática e adorável que tinha muitos sonhos...e em todos eles estava Nate Taylor, seu amigo de infância. 


Quando eu tinha 5 anos, caminhei até o altar com o homem dos meus sonhos (...)Eu conhecia Nate Taylor praticamente desde o dia em que nasci. 
- pagina 11- 

Mas esses sonhos tiveram um fim muito brusco... 

Então uma segunda cabeça surgiu do sofá. 
Uma garota. 
Com Nate. 
- pagina 16 – 

O que Penny fez... foi para o seu quarto e ligou o som nas alturas .. e não foi qualquer musica não, foi uma musica dos Beatles! Calma que eu explico. Os pais de Penny são tão fans dos Beatles que se não fossem por eles ela nem teria nascido #comoassim 

Os pais de Penny se conhecerem em um santuário feito para os Beatles e como “homenagem” batizaram as três filhas em homenagem a eles sendo: Lucy a mais velha em homenagem a “Lucy in the Sky with diamonds”, Rita a do meio por “Lovely Rita” e Penny a caçula das três irmãs por “Penny Lane” (devo confessar que das três é a única que eu conheço) 

Mas... voltando.... 

Depois desse fato desastroso com Nate ela começa a refletir sobre a sua vida amorosa e tenta entender o que foi que deu tão errado com seus relacionamentos anteriores. 

Como todo sofrimento precisa ser compartilhado ela vai ligar para sua melhor amiga Tracy quando algo chama sua atenção. No seu pôster favorito dos Beatles estava escrito: Sgt. Pepper´s Lonely Hearts Club Band . E daí surgiu a idéia da criação de um clube!

Na teoria, podia ter soado deprimente. Mas não havia nada de deprimente na musica. 
Não, esse Lonely Heart Club era o oposto de deprimente. Era alegre 
- pagina 21 – 

E assim começa o Lonely Hearts Club, mas havia apenas uma integrante. Então Penny parte em busca das garotas, que assim como ela tiveram experiências ruins no quesito relacionamento amorosos e não queiram mais passar por coisas desse tipo. 

Lonely Hearts é um livro super bacana de ser ler (tanto que li em apenas algumas horas O.O). Com personagens super engraçados (detalhe para Tracy e suas regras), e um ritmo envolvente! 

Penny é uma garota que por causa das varias experiências ruins decide desistir dos garotos, mas não para sempre... só enquanto ainda estiver no colégio! E decide montar esse clube para se focar mais em si mesma do que de ficar dependendo de garotos! Mas isso não quer dizer que ela não possa ter amigos do sexo oposto, no caso do Ryan (ai Ryan #suspiro). 

E da noite para o dia o Clube cresce e ganha “destaque” no colégio, coisa que o diretor desaprova totalmente. Mas lembra daquele ditado um por todos e todos por uma! Sim pode ser encaixado muito bem aqui, porque as garotas do clube não apenas contam os maus momentos, mas se apóiam e se incentivam! 

Com uma trilha maravilhosa dos Beatles o livro Lonely Hearts Club conquista você e lhe ensina que nenhuma garota precisa de um namorado para ser feliz!

Um comentário:

  1. Ai morre de inveja aqui!! Menina quero muito ler esse livro mais que tudo! Adorei mesmo, e minha vontade só aumente mesmo.

    Bjs

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu!

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário de Contato

Espero que tenha gostado do blog e que volte sempre! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...