O PintinhoAmarelinho e os Patinhos Nadadores - José Guimarães e Silva



Certo dia, um pintinho amarelinho estava à procura de sua mãe. Andava desesperado pelo quintal à procura da galinha. Procurou no poleiro, não a encontrou. Perto da cerca também não. Ele ficou mais desesperado ainda.
Mamãe Pata, à beira do lago, vigiava os filhinhos dela. Eles brincavam alegremente na água. Ao ver o pintinho ali tão triste, Mamãe Pata logo lhe perguntou:
- O que está fazendo aqui, Pintinho?
- Procurando minha mãe. A senhora por acaso sabe onde ela está?
- Não sei. Sinceramente, não sei.
O pintinho olhou para o chão, pensativo. Depois para o alto. Olhou para o chão novamente.
- Você está muito triste – disse-lhe Mamãe Pata. – Faz tempo que sua mãe saiu?
- Faz. Procurei ela um tempão. Já fui até lá na beira do cercado e não a encontrei.
Ele fazia um esforço muito grande para não chorar. Porém, como não conseguia conter as lágrimas, chorou de verdade, comovendo ainda mais Mamãe Pata, que lhe propôs:
- Por que você não fica aqui conosco um pouco? Pelo menos até sua mãe chegar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu!

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário de Contato

Espero que tenha gostado do blog e que volte sempre! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...