08 dezembro 2009

A Terceira Moça - Agatha Christie

“Procura-se uma terceira moça”. Não basta uma? Não bastam duas? Qual o sentido desse apelo aparentemente unusitado e voraz?
Não, não se trata de um homem às voltas com herdeira -ou supostas- desilusão amorosa. É algo muito mais simples: a “terceira moça”, pelo menos nesse caso, é aquela que duas procuram em Londres, para dividir -e diminuir, assim- o preço do aluguel de um apartamento. Hércule Poirot tem de se inteirar nessa banalidade para poder enfrentar o mistério de Norma Restarick.
Um dia, ela entrou-lhe pela casa inesperadamente, confessando “ter cometido um homicídio”. Uma moça dessas muito modernas, de longos cabelos em desalinho, a roupa desajeitada, longe por certo, de qualquer mania relacionada com o capricho ou asseio pessoal. Uma assassina? Poirot, de início, fica repleto de dúvidas. Não é fácil conhecer a juventude – se o é, por acaso, conhecer alguém, ou algo, efetivamente.
Os dados vão seno reunidos e examinados. Há pistas falsas como sempre, e em toda parte. Afinal de contas, o mistério não é tão difícil quanto os outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu!

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário de Contato

Espero que tenha gostado do blog e que volte sempre! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Dicas de Livros - 2017. Todos os direitos reservados.
Layout feito por: Rafaela Regis.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo